2 de abr de 2016

02 DE ABRIL - Celebração do Dia

Antigas celebrações celtas para as divindades solares - as deusas 
Aine Brighid e os deuses Bel e Lleu -, cujos símbolos eram a suástica ou a cruz solar, o triskelion (símbolo da tríade) e os círculos, representando o ciclo solar, a renovação da vida e o poder de transmutação. 

Brighid por Emilie Basilev
Neste dia, "descarregavam-se" os resíduos do inverno queimando, em fogueiras feitas com madeiras sagradas, bonecos de palha representando o inverno e a morte ou afogando-os nos rios consagrados a estas divindades.


Festa de A-Ma, em Macau, reverenciando a deusa lunar portuguesa protetora dos pescadores, invocada para garantir a boa pesca.

Celebração na antiga Escandinávia de Vovó Amma, a deusa protetora dos marinheiros vikings e de suas famílias.

Dia da "Batalha das Flores", na França, quando as pessoas andavam com cestos de flores, jogando-as para o alvo de suas conquistas.

No Ruz, o Ano Novo Zoroastriano celebra , o deus da sabedoria, da renovação da vida e dos bons influxos para o ano que se inicia. As pessoas vestiam roupas novas e trocavam presentes entre si, festejando ao redor de fogueiras com comidas tradicionais. As crianças recebiam moedas, ovos pintados, nozes e doces.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  
http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário