12 de mai de 2016

12 DE MAIO - Celebração do Dia

Celebração de Cernunnos, o deus celta da vegetação, consorte da Deusa, senhor dos animais e guardião dos caminhos. Ele representa o principio gerador e fertilizador da vida, o protótipo da virilidade masculina. Venerado pelos druidas como Hu Gadarno Deus Cornífero, era representado com adornos de chifres em sua cabeça, barbudo, nu, usando apenas um colar chamado "torque", um escudo e uma lança. Seus símbolos eram o cervo, o touro e a serpente. Além de reger a vitalidade e a vegetação, Cernunnos era também, o guardião dos portais do mundo subterrâneo e das encruzilhadas, senhor da caça selvagem, recolhendo as almas. A Igreja Católica metamorfoseou-o na figura do Diabo, transformando sua sexualidade e liberdade de instintos em sinônimos de pecado, luxuria e perdição.

Comemoração de Luot-hozjik, a deusa eslava das florestas, protetora dos cervos e das renas. Ela vivia em uma colina coberta de liquens, tinha o rosto e os pés humanos mas o corpo peludo, como o de uma rena.

Na Lituânia, cultuavam-se Meza Mate e Veja Mate, a mãe da floresta e a mãe do vento. Filhas de Zeme, a Mãe Terra, elas protegiam as árvores, os animais e os pássaros.

Festival de Shashti, na Índia, dedicado ao deus da floresta e dos animais Aranya Shashti.

Parada dos gatos na Bélgica, homenageando os felinos, animais sagrados do Egito e "parceiros" das bruxas.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário