27 de mai de 2016

27 DE MAIO - Celebração do Dia

Cerimônias noturnas dos jogos tarantinos, em Roma, dedicadas à deusa Proserpina e às Moiras. Também chamadas de Parcas, eram três essas deusas do destino: LachesisClotho e Atropos. O propósito dessas cerimônias era a cura das doenças e dos infortúnios. 

As Moiras eram as filhas de Nyx, a deusa da noite, tecelãs do destino dos homens. 
Clotho, a tecelã, tecia o fio da vida com seu fuso mágico; 
Lachesis, a medidora, o avaliava e media, enquanto 
Atropos, a inevitável, o cortava com sua tesoura mágica.

Embora identificada, às vezes, com a deusa grega Perséfone, rainha do mundo dos mortos, Proserpina era uma antiga deusa agrária, guardiã das sementes, sendo responsável por elas desde sua germinação até seu apodrecimento. Posteriormente, foi considerada a senhora do mundo subterrâneo, equiparada à deusa grega Perséfone.


Celebrações romanas para Diana, a deusa da Lua, protetora das florestas e dos animais.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/


Nenhum comentário:

Postar um comentário