6 de jun de 2016

06 DE JUNHO - Celebração do Dia

Festival de Bendidéia, na Trácia, homenageando a deusa lunar Bendis, representante do poder destruidor da lua minguante e dos mistérios da noite e da escuridão. Essas celebrações lunares continuaram, posteriormente, na Grécia, com procissões de mulheres indo para o templo de Pireus. 

Mais tarde, Bendis foi sincretizada a outras deusas lunares, como Ártemis 
HecateAntigamente, eram feitas oferendas neste dia, nas encruzilhadas, de bolos em forma de meia-lua.

Celebração de Andrômeda, a deusa pré-helênica da Lua
Seu nome, originariamente, descrevia o poder fertilizador e destruidor da Lua como "Governante dos Homens". Era considerada a personificação da luz da Lua alternada à escuridão da noite. Posteriormente, nos mitos, Andrômeda foi transformada  na filha da Rainha Cassiopéia, castigada pelo deus Poseidon por seu orgulho e salva pelo herói Perseu. Após sua morte, a deusa Athena transformou-a na constelação que leva seu nome.

Na Nigéria, inicio do festival anual para honrar os ancestrais, os Egungun. Durante sete dias, as pessoas ofertavam comidas e bebidas aos espíritos ancestrais, dançavam e entravam em transe religioso para poder se comunicar com seus antepassados e com os espíritos da natureza.

*informações extraídas do livro “O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.  http://www.teiadethea.org/

Nenhum comentário:

Postar um comentário