7 de mar de 2017

Limpeza do Útero – Vaporização

Limpeza do Útero – Vaporização

O útero é nosso segundo coração, de onde emana muitos movimentos de nossa energia sexual. Está localizado internamente e podemos reconhece-lo apalpando entre a pubis e  umbigo, onde se encontra o chakra sexual (Swadisthana), que significa “a morada da nossa energia vital”.
O chakra sexual ou umbilical ao qual nosso ventre está vinculado, é o responsável por armazenar nossas memórias ancestrais. É um erro acharmos que a nossa história começou na primeira respiração que damos ao chegarmos neste mundo. Existe algo que chamamos de herança emocional, nós trazemos no ventre registros e memórias de abusos, medos, abortos, suicídios, assassinatos, doenças mentais etc.
Carregamos essas memórias para que sejam curadas, não somente do inconsciente coletivo, mas principalmente do inconsciente familiar. Nossas ancestrais traziam em si o conhecimento sábio da natureza, eram curandeiras, parteiras, benzedeiras e esse conhecimento era passado de geração para geração, podemos acessar esse conhecimento em nós, através da memória emocional em nosso ventre sagrado e usá-los para a cura dos traumas emocionais em nós e na nossa linhagem.
Nosso ventre guarda nossa essência divina, nossa conexão com o sagrado e com a Mãe Terra, basta silenciarmos internamente e reverenciarmos o sagrado em nós para acessarmos essa energia divina e acolhê-la no nosso coração.
Uma das técnicas de limpeza uterina que ajudam na dissolução dessas energias negativas é a Vaporização do Útero.
COMO FAZER:
Existem dois tipos de vaporização do útero, a seca e a úmida.
Para fazer a vaporização úmida usamos 2 litros de água para 40 gramas de erva seca ou 80 gramas de erva fresca. A quantidade pode variar de acordo com a sua intuição ou necessidade.
Coloque a água para ferver em um recipiente de barro, vidro ou esmaltado de preferência. Coloque as ervas dentro da água, desligue o fogo e espere uns 5 minutos. Entre em contato com a mistura colocando uma intenção de cura.
Enquanto ainda sai vapor, sentar de cócoras em cima do pote, de preferencia com uma saia longa para fazer uma sauna vaginal e utilize cobertores ou toalhas para se cobrir por inteira durante o ritual. Permanecer até que esfrie ou o tempo que intuir. É importante que o vapor não esteja quente a ponto de queimar, lembre que a Yoni (vagina) é sensível.
Para realizar o ritual procure um espaço tranquilo e aconchegante. Você pode usar velas, incensos, musica e o que for do seu desejo para deixar o ambiente confortável e relaxante para você. Escolha um horário que você não será incomodada, deixe os telefones desligados, este é um momento íntimo e de conexão com você mesa e seu sagrado feminino.
Mantenha uma postura de meditação com a mente tranquila e deixando que as emoções se renovem e se purifiquem. Aproveite este momento de conexão com seu sagrado interno, permita-se ser cuidada e amada.
Após o ritual mantenha-se agasalhada e em um ritmo mais calmo. Tome um chá, leia um bom livro ou veja um bom filme e curta esse momento com você mesma.
A vaporização a seco é feita da mesma forma, mas ao invés de água é colocado em um recipiente um pouco de carvão em brasa e as ervas secas salpicadas em cima. Como uma espécie de defumação vaginal. Os cuidados para se manter aquecida devem ser os mesmos e muita atenção com a temperatura. Deixe que a brasa esfrie um pouco.
steam-bath
QUANDO NÃO FAZER:
  • Se estiver menstruada
  • Se estiver grávida
  • Se usar DIU
  • Ou em casos de feridas abertas na vagina
  • Em caso de candidíase, fazer a vaporização depois que os sintomas externos estejam amenizados
BENEFÍCIOS DA VAPORIZAÇÃO:
  • Melhora a circulação, o fluxo sanguíneo para a área
  • Proporciona sensação de bem-estar
  • Relaxamento
  • Limpa e tonifica a pele
  • Alívio de dores (devido ao aumento do fluxo de sangue e oxigênio para a área lesada)
  • Melhoria do sono
  • Aumenta a fertilidade
SUGESTÕES DE ERVAS:
  • Alecrim: aumenta a circulação para os órgãos reprodutivos além de ser anti-séptico e purificante.
  • Lavanda: uma das ervas mais relaxantes, acalma a mente e do corpo. Nutritivo para o sistema nervoso. A lavanda serve de anti-séptico para os tecidos vaginais. É também um anti-espasmódico, auxiliando na função uterina saudável.
  • Orégano: usado para trazer a menstruação. Aumenta o fluxo escasso. Esta erva é usada por suas qualidades anti-sépticas, estimulantes e fortalecedoras. O orégano é uma erva maravilhosa para ajudar na prevenção da infecção.
  • CalêndulaTagetes erecta é utilizada para induzir a transpiração e a limpeza dos tecidos vaginais. Ela também é curativa para feridas. Calendula officinalis auxilia na cicatrização de tecidos dos lábios e do períneo quando submetidos a episiotomia. Nota: Não deve-se o vapor em uma ferida aberta, isso poderia causar dor e inchaço.
  • Pétalas de rosa: são delicadas e adstringentes para os tecidos dos órgãos genitais. É também relaxante.
  • Manjericão: estimulante uterino
  • Artemísia: estimula a menstruação

2 comentários:

  1. Por qual motivo quem faz uso de DIU não pode vaporizar?
    Mesmo sendo o DIU de cobre?

    ResponderExcluir
  2. Por que quem usa o DIU não pode vapaorizar?

    ResponderExcluir