30 de jul de 2017

Yamas & Niyamas

{Repost} Postagem original aqui: https://www.yogapleno.com.br/o-que-e-yoga-por-karin-heuser-wolff.html


Os yamas são:

1) Ahimsa: significa que devemos sempre nos comportar com consideração e atenção aos outros. Também significa gentilezaser amigável com outros e consigo mesmo. Em todas as situações devemos tomar uma atitude considerada pacífica. Ahimsa cria uma aura de paz que neutraliza sentimentos de inimizade.

2) Satya: significa falar a verdade. É necessário considerar o que falamoscomo falamos, e como isso afeta os outrosSatya não deve entrar em conflito com ahimsaSatya faz com que suas palavras tenham o poder de se realizar.

3) Asteya: Steya significa roubar. Asteya é o oposto. Não devemos pegar nada que não nos pertence, ou tirar vantagem de quem nos confia algo. Observar asteya faz com que obtenhamos, sem esforço, tesouros de todo tipo.

4) Brahmacharya: essa palavra é composta da raiz char, que significa mover-se, e da palavra Brahma, que significa verdade essencial. Podemos entender brahmacharya como um movimento em direção ao essencial. É mais usado em termos de abstinência sexual. Mais especificamente, brahmacharya sugere que devemos formar relacionamentos que nos façam entender as verdades mais nobres. Isso torna o praticante vitalizadoforte e saudável.

5) Aparigraha: significa pegar somente o que é necessário e não tirar vantagem das situações. Faz vir à tona as lembranças de vidas anteriores.




Os niyamas são:

1) Sauchan: significa limpeza, anto interior quanto exteriorpureza no coração, na mente e no corpo, pureza em pensamentopalavra e ação. “Aquele cuja mente se tornou pura pela concentração e entrou no Si mesmo, sente uma alegria que não se pode descrever por palavras, e que só é inteligí­vel ao instrumento interior, à psique”. (Maitrayaniya Upanishad).

2) Santosha: significa modéstia e a sensação de estar contente com o que se temAceitar os acontecimentos, encarando com equanimidade o sucesso e o fracasso, o prazer e a dor, saindo da dualidade e contente em ser quem é e com este momento da sua vida. Aceitação e auto-aceitação.

3) Tapas: literalmente significa aquecer, e, fazendo isso, provocar uma limpeza. Na noção de tapas existe a ideia de que nós podemos nos livrar das impurezas do nosso corpo. Por exemplo, comer sem estar com fome é o oposto de tapas. A atenção na postura e na respiração é um exemplo de tapas. Produz calor espiritual, traz perfeição ao corpo, tornando-o forte e robustoNão deve ser confundido com autoflagelação.

4) Svadhyaya: significa se aproximar de si mesmo, estudar a si mesmo. Todo o aprendizado, reflexão e contato que o ajude a aprender mais sobre si mesmo é svadhyaya. O estudo de textos sagrados ou a repetição de mantras que tenham por objetivo o autoconhecimento também pode ser considerado svadhyaya, pois nos mostra a ligação da verdade divina com o que foi revelado aos sábios que escreveram os textos ou mantras.

5) Ishvarapranidhana: significa pousar todas as suas preocupações aos pés de Deus. Já que avidya (ignorância) está por trás das nossas ações, elas podem dar errado. Essa é a razão pela qual santosha (modéstia) é tão importante: nós fazemos o nosso melhor e a consequência deixamos para um poder maior.



Nenhum comentário:

Postar um comentário